sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Pelos Cotovelos

Mas nenhum homem pode domar a língua.
É um mal que não se pode refrear;
está cheia de peçonha mortal. Tiago 3:8

Não é fácil dominar um Órgão tão Fundamental.
Em toda a História da Humanidade nós vemos dezenas de homens e mulheres que se destacaram de uma forma Positiva e outros infelizmente de forma Negativa por causa do poder que havia na sua língua.

A Bíblia diz que: Pois do que há em abundância no coração,
disso fala a boca.
Mateus 12:34

Um exemplo clássico de Maldade na História é do Militar e Político Adolf Hitler.
Era filho de um funcionário de alfandega de uma pequena cidade fronteiriça da Áustria com a Alemanha.
Os Judeus foram perseguidos no que se tornou conhecido como Holocausto,
no qual estima-se que cerca de 11 milhões de pessoas foram mortas.

Falar pelos Cotovelos não é errado, a questão é:
As palavras que tem saído da nossa boca tem sido de Vida ou de Morte?
Talvez você diga assim: Poxa eu não sou um Hitler da vida, eu sou uma pessoa equilibrada,
É preciso mesmo ter essa preocupação, não é exagero?
Leia a história abaixo.

O casal:

Em uma tarde de muito calor,
Um homem parou bem na porta da igreja e resolveu entrar para beber um pouco de água.
Apos beber a água,
ele notou um jovem rapaz sentado em um dos primeiros banco em frente ao altar.
Curioso, foi até ao rapaz é lhe fez a seguinte pergunta:
O Pastor da igreja esta? Preciso muito falar com ele.
O pastos tinha acabado de sair, então aquele homem disse:
Depois eu volto então.
O rapaz percebeu que algo de ruim havia acontecido e lhe disse:
Eu posso te ajudar!
Tudo o que Deus deseja é que você abra para Ele o seu coração.

Então aquele senhor se sentou e começou a chorar.
Ele disse: Minha Esposa foi embora de casa e a culpa foi toda minha.
Eu sempre a maltratei com palavras duras, palavras mais fortes que um soco no rosto.
De tanto que eu bati em minha esposa com minhas palavras,
eu acabei matando o amor que ela tinha por mim.
Hoje ela não quer me ver nem pintado a ouro.


Precisamos tomar Cuidado com nossa língua né verdade?
Att. Cantor Paulo Ricardo





Postar um comentário